Sempre o jornal

Passei minha infância em cidades do interior do Paraná onde não eram publicados jornais e os de fora pouco circulavam. Mesmo assim meu pai trazia para casa os diários de Curitiba e às vezes até…


No rancho fundo

Num golpe de sorte, ganhei esta semana duas caixas de livros. O amigo precisava liberar espaço nas estantes para as próximas aquisições. As prateleiras bem organizadas estão vergando sob o peso…


E, no entanto, é o melhor dos mundos já existentes

É um bálsamo para nossos olhos cansados pela luz azul dos monitores e para nossos cérebros sobrecarregados de informação quando encontramos alguém que reflete de forma inteligente e sóbria…


Me permitam apresentar meu pai

Nunca escrevi sobre meu pai neste espaço público que ocupo há alguns anos. Só o mencionei en passant. Nada à altura da relação que existia entre nós. Fui uma filha muito ligada ao pai. Talvez…


Todo ano tem verão

A mão toca as costas da menina por dentro do pijama de malha. “Suas costas estão úmidas. Sabe por que?” Ela acha que sabe a resposta. As costas estão úmidas porque fez muito xixi. Bebeu água…


Teu filho será sempre o neném

Quem conviveu com uma criança e amou sua inocência, para sempre será capaz de invocar a imagem desaparecida daquela infância. Como uma miragem, um fantasma teimoso, a criança de ontem…


Em consideração aos filhos dos nossos tataranetos

Dizem que a filosofia da Sétima Geração nasceu entre os índios iroqueses, a nação que ocupava a parte nordeste do território norte-americano, que vai do Canadá até aproximadamente o estado da…


A pátria é uma sina terrível

Há 25 anos, o escritor João Silvério Trevisan lançava seu livro Ana em Veneza, que havia lhe exigido quatro anos de trabalho. A obra foi bem recebida pela crítica, vendeu bem e cumpriu seu…


Aposentadoria vai virar Bolsa Família

Devagar, aos trancos e barrancos, parece que a maior parte do país se convenceu de que precisamos de uma reforma da Previdência. Estou entre os que estão convencidos disso. Não questiono,…


Gastando o latim

No auge de sua carreira, o comandante Charidemus chegou a ganhar uma coroa de ouro para comemorar suas vitórias no campo de batalha. Parece que sua razão de viver era a estratégia militar e por isso…


Onde irá meu pensamento

Neste mês de julho, faz quatro anos que minha mãe morreu. Lembrei da data quando uma imagem do rosto dela me passou pela cabeça. Um segundo, um flash de memória. Me dei conta, então, que o rosto que…


Com velhos livros e novas abelhas vivemos bem, obrigada

Tiro da estante minha velha edição de Luz e Sombra, da Senhora Leandro Dupré. Quando comprei o livro em um sebo há uns 30 anos, alguém me disse que a autora assinava com o nome do marido por causa…


Neves eternas, não mais

As hastes ressequidas da trepadeira se contorcem em torno da árvore, também ela nua de folhas nesta época do ano. Procuro em vão pelas flores. Sei que estão surgindo, talvez nos galhos mais altos,…


Machado, o funcionário público que era um gênio

Uma respeitada editora americana, a Liveright, traduziu e lançou há poucas semanas uma coletânea de contos de Machado de Assis. Em seguida, as duas publicações de mais prestígio dos Estados Unidos…


Eu mereço!

Pelo menos da boca para fora, as pessoas instruídas não acreditam mais em destino, em sorte e azar, em vontade divina. No que diz respeito ao que acontece na vida de cada um de nós, o que vale é…


Miguel e as árvores gigantes

Minha sobrinha Caroline dará à luz um menino nas próximas semanas. O nome dele será Miguel. Pensando no menino que vai chegar, me dei conta do que significa nascer hoje, no Brasil. A perspectiva de…


Todo ano tem verão

A mão toca as costas da menina por dentro do pijama de malha. “Suas costas estão úmidas. Sabe por quê?” Ela acha que sabe a resposta. As costas estão úmidas porque fez muito xixi. Bebeu água…


Reflexões feitas em posição incômoda

Estou deitada, uma luz forte apontada para meu rosto, conversas estranhas em volta de mim. “Preciso ver os periapicais” . Temo que os periapicais sejam algum órgão escondido no fundo da minha boca,…


De cada verão guardo uma lembrança

Os meninos riem, falam e gritam. Dão barrigadas na água: splash, splash! Observo a diversão sem ser notada. Estou a poucos metros deles. Usam óculos de natação e mantêm apenas a cabeça fora…


Como se se pudesse matar o tempo sem lesar a eternidade

Como amigos que se reencontram depois de alguns anos distantes. É assim que me sinto ao escrever depois de duas semanas longe dos leitores. Duas semanas neste Brasil de 2017 são como anos em…